Sigilo

 

É dever do psicólogo respeitar o sigilo profissional a fim de proteger, por meio da confidencialidade, a intimidade das pessoas, dos grupos ou das organizações a que tenha acesso no exercício profissional.

 

Os serviços mediados por computadores não podem ser considerados como tecnicamente sigilosos e seguros. É dever do psicólogo tomar precauções e adotar procedimentos técnicos que garantam o sigilo da comunicação e que reduzam a vulnerabilidade do meio eletrônico, e ao mesmo tempo, recomendado que o cliente faça o mesmo.

 

Ferramentas eletrônicas utilizadas: Skype